Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > FENÁGUA 2014: novo fôlego para o mercado

Publicado em 22/10/2014
FENÁGUA 2014: novo fôlego para o mercado

Equipamentos da Ag Solve na FENÁGUA 2014

A Ag Solve esteve na VIII edição da Feira Nacional da Água (FENÁGUA), na última semana apresentando seus produtos e equipamentos voltados para o monitoramento hidrológico. No espaço empresarial que reuniu 40 empresas do setor, a Ag Solve apresentou produtos das linhas Aquaread, Chelsea e Solinst (sondas para qualidade da água e Leveloggers), além de medidores de interface, de nível e bombas peristálticas. Aberta ao público, a VIII FENÁGUA recebeu cerca de 2 mil visitantes entre os dias 14 e 17 de outubro, em Belo Horizonte (MG).

A feira apresentou as novidades do setor e mostrou o fôlego do mercado. “O evento foi fantástico, completo, tudo o que esperávamos de uma feira, conseguimos na FENÁGUA 2014. Um público seleto, como sempre e uma localidade maravilhosa. As palestras este ano foram realmente excepcionais e ficamos contentes em termos colocado nossos estandes neste grande evento”, comentou Mauro Banderali, especialista em instrumentação ambiental da Ag Solve.

Crise hídrica

Com o aumento da crise hídrica em alguns estados brasileiros, a procura pelos serviços de monitoramento hidrológico e perfuração de poços é crescente. Esse cenário ficou evidente durante a VIII Fenágua que reuniu fabricantes e distribuidores do setor de diversas regiões do país. O ambiente de geração de negócios prevaleceu durantes os dias de feira.

“Com a falta d’água, um novo regime hídrico está se implementando em proporções continentais e mundiais. Por essa razão, o monitoramento hidrológico poderá indicar como resolver as questões de falta d’água para consumo urbano, irrigação e indústria”, aponta Banderali. 

Segundo o especialista, o impacto da crise hídrica foi, até agora, pequeno se comparado aos próximos 20 a 30 anos em que se espera que tenha efeito esse fenômeno. “Se as projeções já indicam uma Amazônia mais seca e nós sabemos que, na região Sudeste, a água vem da Amazônia e do Pantanal, penso que a região mais populosa do país terá um processo de estiagem muito longo, se algo não for feito”.

A FENÁGUA foi realizada simultaneamente ao XVIII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas e ao XIX Encontro Nacional de Perfuradores de Poços, eventos promovidos pela Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS).

 

 

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco