Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Sensores oceanográficos auxiliam na busca de avião da Malaysia Airlines

Publicado em 22/04/2014
Sensores oceanográficos auxiliam na busca de avião da Malaysia Airlines

O navio HMS Eco, do Reino Unido, está auxiliando nas buscas da aeronave da Malaysia Airlines, que desapareceu no dia 8 de março, com 239 pessoas a bordo. A tecnologia implantada no navio inclui uma série de sensores oceanográficos, inclusive o UV AQUATracka da Chelsea, comercializado exclusivamente pela Ag Solve no Brasil. O equipamento fornecerá ao navio australiano “Ocean Shield” dados ambientais em tempo real, que poderão descrever o que está acontecendo no ambiente naquele momento.

Mauro Banderali, especialista em instrumentação ambiental da Ag Solve explica que o equipamento pode apontar alterações no ambiente marinho, já que atua na detecção e monitoramento de hidrocarbonetos em uma ampla gama de aplicações.  “Neste caso, o equipamento está atuando na busca por meio da detecção do óleo presente na aeronave”, afirma.

De acordo com Banderali, o UV AQUAtracka é um  fluorímetro submersível  indicado para a detecção e monitoramento de óleo cru e refinado, estudos de matéria orgânica na água (CDOM), detecção de vazamentos, monitoramento de poluentes e, desenhado para uso em perfilamentos, montagem fixa, embarcado ou em equipamentos autônomos de pesquisas biogeoquímicas oceânicas. “O equipamento foi projetado para ser implantado em estruturas fixas, atracado em barcos ou navios, em sistemas telemétricos de perfilagem ou sistemas autônomos de arraste em barcos e submarinos. UV AQUAtracka é um equipamento robusto, compacto e leve”, detalha.

Também a bordo do HMS Eco está um SeaSoar, gravador ondulante oceanográfico, que quando inserido atrás do navio é capaz de coletar uma vasta gama de informações por meio de sensores altamente avançados.

Entenda o caso

O Boeing que fazia o voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu cerca de uma hora depois de decolar de Kuala Lumpur, na Malásia, com destino a Pequim, na China. Radares militares indicam que o avião, após ter seus instrumentos de localização desligados, mudou de rota. As buscas estão concentradas em uma vasta área do Índico, cerca de 1.550 quilômetros a noroeste de Perth, na Austrália.

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco