Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Sacolas plásticas, não mais!

Publicado em 20/05/2010

O plástico demora para se decompor na natureza cerca de 200 a 500 anos, dependendo do tamanho. Atualmente, as sacolas plásticas de supermercado estão na lista dos grandes vilões do meio ambiente, principalmente, pela quantidade assustadora de seu uso. Só no Brasil, o consumo é de 12 bilhões de saquinhos de supermercado, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O total de sacolas plásticas fabricadas no país por ano é de 18 bilhões de unidades. Cada brasileiro utiliza em torno de 66 unidades por mês.

 

Para sensibilizar a população e criar uma nova prática, principalmente, dentro das grandes redes de supermercados, o Governo Federal lançou no final do ano passado a campanha “Saco é um Saco”. Uma ação de incentivo ao uso de sacolas reutilizáveis em supermercados. Em 2009, foram menos 600 milhões de sacos plásticos lançados no meio ambiente. Este ano a campanha deve fechar com uma economia de 1,5 bilhão de sacolinhas plásticas. Os dados são do Ministério do Meio Ambiente, divulgados no final de março deste ano.

 

Algumas prefeituras do Estado de São Paulo, como Sorocaba, Osasco, Jundiaí e Guarulhos, já decretaram o fim das sacolinhas nos supermercados, porém há outras que ainda resistem, como é caso da própria Capital Paulista, que vetou a proposta elaborada por parlamentares da Câmara Municipal. A alegação é de que não há comprovação suficiente sobre a eficácia da troca por materiais renováveis e/ou biodegradáveis, além da importância social e econômica das sacolas plásticas para a economia.

 

Por que elas são vilãs?

 

As sacolinhas plásticas acabam indo parar no lixo aumentando os níveis de poluição nos rios, córregos e nos mares. São diversos os registros de animais mortos por ingestão (peixes, tartarugas e golfinhos) ou por se enrolarem em restos de sacolas plásticas. Além da demora da decomposição, levando séculos para desaparecer do meio ambiente.

 

O que fazer?

 

Para evitar o uso de sacolas plásticas e adquirir um novo hábito, a recomendação é passar a fazer uso de bolsas de tecido ou de caixas de papelão para as compras. Outra opção são as sacolas de plástico biodegradável, que se decompõem na natureza em poucos dias, mas que ainda estão disponíveis em poucos locais.

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco