Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Os benefícios das energias renováveis

Publicado em 12/02/2010

Estudo do Greenpeace mostra como outras alternativas de eletricidade são possíveis e mais benéficas

 

A busca por um mundo mais sustentável tem sido constante em empresas, órgãos governamentais e organizações sem fins lucrativos, já que o Planeta está esgotando seus recursos e meios de reposição, além de desestabilizar o clima. Um novo estudo do Greenpeace, feito em parceria com o Conselho Europeu de Energias Renováveis (Erec - sigla em inglês), mostrou que as redes elétricas do mundo poderiam ser transformadas e suportar uma matriz elétrica com 90% de energia renovável, em 2050. A transformação, alcançada com um nível modesto de investimento, segundo a ONG, “é uma grande oportunidade de negócio para empresas de tecnologia, o que permitiria cortes gigantescos nas emissões de gases do efeito estufa”. Um cenário que poderia garantir o fornecimento de energia no futuro de forma amigável com o clima do planeta.

 

No relatório, há uma comparação de 30 anos de dados meteorológicos, com as curvas anuais de demanda da Europa. Elas demonstram que, com a rede elétrica em uso, há apenas uma chance de 0,4% - ou 12 horas por ano - que a alta demanda ocorra quando a geração solar e eólica é baixa. O reforço proposto para a rede retiraria esta pequena incerteza, garantindo um fornecimento constante. O estudo explica ainda “como redes elétricas inteligentes (smart grids, em inglês) locais e regionais poderiam ser conectadas de forma eficiente com uma super rede (super grid) de alta voltagem, para garantir um fornecimento ininterrupto e confiável de eletricidade, sem ativar usinas térmicas a carvão ou nucleares”. No Brasil, o alto potencial de fontes renováveis (solar, eólica e biomassa), certamente garantiria a mesma oferta confiável de energia projetada para a Europa, segundo o relatório.

 

Abaixo, é possível conferir as informações divulgadas pelo Greenpeace, sobre os diferentes tipos de fontes de energia renováveis.

 

 

O PODER DO VENTO

 

O vento existente nos seis continentes do planeta é suficiente para suprir o consumo mundial de energia em mais de quatro vezes o nível atual de consumo. A energia eólica já é uma história de sucesso e gera eletricidade para milhões de pessoas, empregos para dezenas de milhares de seres humanos e bilhões de dólares de lucro.

- Na China, a capacidade de geração de energia através do vento dobrou em 2002.

- Desde o início dos anos 70, o governo dinamarquês apóia o desenvolvimento e a implementação de uma forte indústria de energia eólica, com abatimentos em impostos e investimentos públicos. Na Dinamarca, existem mais pessoas trabalhando na indústria de energia eólica do que na pesca.

- Na Mongólia, geradores portáteis de energia eólica são bastante usados por povos nômades em lâmpadas, rádios e outros aparelhos elétricos.

 

O PODER DO SOL

 

A luz solar que ilumina a Terra a cada hora é suficiente para suprir as necessidades humanas por um ano inteiro. Há muitas maneiras de utilizar esta fonte de energia:

- Coletores solares térmicos, que podem aquecer a água e o ar para casas e instalações industriais; ou energia solar fotovoltaica (PV), que gera eletricidade diretamente a partir da luz do sol. Simples, confiável, segura e silenciosa, é uma eletricidade livre de qualquer poluição.

- Países em desenvolvimento instalaram mais de um milhão de sistemas domésticos de energia solar.

- Existem aproximadamente 150 mil sistemas domésticos de energia solar no Quênia, mais de 100 mil na China, 60 mil na Indonésia e mais de 300 mil lanternas solares na Índia.

 

 

O PODER DA BIOMASSA

 

Plantações podem ser cultivadas especificamente para a produção de combustíveis e a compostagem de material vegetal também pode ser usada para produzir gás metano, que, por sua vez, pode ser utilizado como combustível. No entanto, cultivos geneticamente modificados não devem ser usados com essa finalidade, bem como não devem haver emissões tóxicas (provenientes, por exemplo, do uso de agrotóxicos) resultantes da queima desse tipo de combustível. Resíduos florestais e agrícolas também podem ser usados para produzir eletricidade e aquecer, sem causar o aumento dos níveis de CO2.

 

 

O PODER DAS PEQUENAS HIDROELÉTRICAS

 

Os projetos de usinas hidroelétricas de pequena escala usam o fluxo natural das águas dos rios para gerar eletricidade. Unidades hidroelétricas familiares contam com pequenas turbinas que usam o fluxo da água para gerar eletricidade para casas.

- Mais de 100 mil famílias no Vietnã usam pequenas turbinas de água para gerar eletricidade.

- Mais de 45 mil pequenos projetos de pequenas hidroelétricas estão sendo usados na China, gerando energia para mais de 50 milhões de pessoas.

 

Fonte: Greenpeace

 

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco