Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Árvores: por que plantar?

Publicado em 21/09/2009

Além de essenciais para o desenvolvimento sustentável e o equilíbrio do meio ambiente de um modo geral, as florestas também têm um papel importante nas propriedades rurais. As árvores auxiliam na recuperação da capacidade produtiva do solo, no combate à erosão, na conservação de água e no aumento da diversidade biológica.

O plantio de árvores é essencial para auxiliar na obtenção de água, especialmente na horticultura, já que a floresta conserva e mantém a produção de água. De acordo com o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, Laerte Scanavaca Júnior, as culturas herbáceas, como as hortaliças, mantém 30% das águas das chuvas e “liberam” 70% para enxurrada ou escoamento (deflúvio) superficial ou subterrâneo que escorre para um rio ou lago, dentro da bacia ou microbacia. Já, as florestas “seguram” 70% e liberam 30% e deste modo combatem a erosão, enchentes, purificam a água, etc.

 

Nativas ou exóticas?

O pesquisador Scanavaca Júnior explica ainda que tecnicamente não há nenhuma restrição para se plantar árvores exóticas (aquelas que não são nativas da região da propriedade), já que plantas e animais co-evoluem e uma controla a outra. Quando o objetivo for aumentar a biodiversidade ou atrair a fauna, por exemplo, deve-se plantar árvores nativas. A diversidade de plantas atrai ou comporta uma fauna maior que uma monocultura e nesta fauna pode haver alguns inimigos naturais das pragas e doenças das hortaliças. Desta forma, a mata funciona como uma reserva de inimigos naturais, promovendo um controle biológico. “Qualquer que seja o objetivo devemos ter em mente que o carro-chefe ou a principal espécie será sempre a de maior longevidade, geralmente a mais valiosa”, ilustra.

 

Benefícios das árvores

Confira abaixo os principais benefícios do plantio de árvores, listados pelo engenheiro florestal e pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, Laerte Scanavaca Júnior, para:

 

l     O solo: Recuperação, restauração e manutenção da capacidade produtiva.

 

l     Os lençóis freáticos: Recarga do aquífero, conservação e manutenção da água.

 

l     Os rios: Recarga do aquífero, conservação e manutenção da água. A mata ciliar funciona como um filtro físico, químico e biológico, assim além de conservar, ela também purifica a água.

 

l     Obtenção de oxigênio: Todo planta verde faz fotossíntese até atingir o clímax (desenvolvimento máximo) isto é, a taxa de fotossíntese (“produção de O2) é maior que a respiração (“produção de CO2), ou seja, sequestra CO2 e ajuda a combater o efeito estufa.

 

l     As frutas: As frutíferas arbóreas ou um pomar de frutíferas (manga, pêra, etc.) têm um comportamento semelhante ao descrito acima para qualquer floresta.

 

l     A fauna: A diversidade de espécies vegetais proporciona uma maior diversidade de espécies animais, seja como polinizadores, dispersores, abrigo, etc. desta forma a fauna tende a aumentar.

 

Oportunidade

Uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Florestas (IBF), o Programa Plante Árvore busca a recuperação de florestas por meio de uma parceria com proprietários rurais, que, ao se cadastrarem, recebem auxílio técnico para a recuperação da área florestal, além de mudas, das quais se encarregam do plantio e manutenção. Para inscrição ou informações ligue para (43) 3321-7551 ou acesse o portal www.plantearvore.com.br

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco