Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Poluição e calor aumentam quantidade de raios

Publicado em 13/03/2009

Com aquecimento global, a ocorrência do fenômeno se intensifica em São Paulo e em todo o mundo

 

Segundo a maioria dos cientistas, o aquecimento global é o principal responsável pelas instabilidades climáticas ocorridas em diferentes países, tanto do hemisfério Norte quanto do Sul. E agora, já está provado, ser o principal responsável também pelo aumento do número de raios.

 

Pesquisadores da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) acabam de concluir um estudo, que confirma isso. Segundo as informações divulgadas pela agência, “em um novo modelo climático onde foi aplicada uma atmosfera com o dobro da concentração de dióxido de carbono (CO2), com aumento superficial de temperatura de 3°C, houve uma intensificação das correntes ascendentes em tempestades, com aumento na altitude onde os raios se formam e intensificação das tempestades, sejam de raios ou tornados. O modelo também sugeriu um possível aumento das queimadas produzidas por raios”.

 

No ano passado, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), também divulgou um estudo relacionado ao aumento da incidência de raios, na Grande São Paulo. O trabalho constatou que em dias mais poluídos, a quantidade de descargas elétricas que atinge grandes centros urbanos é maior. Segundo os dados divulgados pelo instituto, “cada grau de aumento da temperatura corresponde a 30% mais de raios. Atualmente ocorrem cerca de 60% de raios a mais, do que há 50 anos”. Um aumento similar, segundo o Instituto, ao que foi encontrado em Hong Kong, na China, onde a temperatura aumentou cerca de dois graus, semelhante ao ocorrido em São Paulo.

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco
WhatsApp