Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > A agricultura inteligente

Publicado em 22/09/2008

A tecnologia aplicada a campo está em plena ascensão. A chamada agricultura de precisão ou agricultura inteligente, que utiliza dados meteorológicos para o acompanhamento das fases da cultura, tem conquistado produtores em todo o País. Mas como dados sobre a temperatura do ar, tempo de molhamento foliar, precipitação e umidade do solo podem de fato ajudar na produção? De que modo o produtor pode utilizar esses dados e qual a importância de sabê-los? Quem responde é a pesquisadora do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ana Maria Heuminski de Avila. “As culturas e plantas em geral, só se desenvolvem bem se encontram condições favoráveis de clima. Entre as principais variáveis climáticas, determinantes para o sucesso do desenvolvimento de uma determinada espécie em uma região, estão a chuva, a temperatura e a radiação solar. A umidade relativa e o vento são variáveis secundárias, não menos importantes, mas tendo as primeiras, a cultura pode se adaptar. Por isso, para que a cultura possa se desenvolver bem em uma determinada região é necessário o monitoramento agrícola. Esse monitoramento está relacionado ao acompanhamento das condições do tempo durante as várias fases da cultura. Se o agricultor faz o acompanhamento, ele tem condições de saber a hora certa de irrigar, pulverizar, colher, além de relacionar as fases mais críticas da cultura como o desenvolvimento vegetativo, o florescimento e a maturação. Caso tenha o acompanhamento do número de horas de molhamento foliar, ele poderá ficar atento ao desenvolvimento de doenças nas plantas. Pode também acompanhar o risco de geadas na sua propriedade e se precaver contra isso”, explica a pesquisadora. Mas Ana Maria faz uma ressalva: “É importante que o agricultor esteja bem informado para saber fazer o acompanhamento das condições do tempo adequadamente. Saber quais os valores que são benéficos e quais os que ele deve tomar providências. Como os dados obtidos, o agricultor vai poder, por exemplo, utilizar de forma racional a água, fazendo um acompanhamento na sua propriedade do serviço de irrigação”.

A agricultura de precisão, para ser colocada em prática, usa diversos recursos: de tratores a sensores inteligentes para o monitoramento do microclima agrícola. Entre eles, os de temperatura, umidade do ar, tempo de molhamento foliar e precipitação, presentes em equipamentos específicos para o campo. Nesta linha, a Ag Solve possui dois equipamentos que fazem este trabalho de forma instantânea e automática: o Weather Tracker e o TDR-300. Juntos, eles fornecem informações referentes ao potencial de crescimento das culturas (graus dia), condições limites de crescimento (temperaturas basais e máximas), tempos de molhamento foliar, monitoramento do comportamento de insetos e organismos danosos para a agricultura - como pulgões, ácaros, fungos e bactérias -, tudo por meio da avaliação das condições meteorológicas. Além disso, auxiliam no controle da irrigação, utilizando de forma racional a água.

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco