Cadastre-se ou faça login     Youtube LinkedIn Twitter Facebook Instagram

Notícias > Como monitorar a qualidade do ar em indústrias?

Publicado em 23/06/2008

As emissões de poluentes na atmosfera geram problemas em diferentes escalas na Terra. Elas afetam desde a qualidade do ar local, com as altas concentrações de monóxido de carbono provenientes do tráfego de veículos, até a global, com o aquecimento do planeta e todos os seus fenômenos meteorológicos resultantes. Os efeitos dos poluentes atmosféricos variam em função do tempo e de suas concentrações. Por isso, a poluição atmosférica pode ser classificada como aguda ou crônica. Aguda é a poluição com altas concentrações de um dado poluente na atmosfera por curtos períodos de tempo. Já, a crônica está relacionada a uma exposição prolongada, mas em níveis de concentração mais baixos. Para que estes níveis sejam avaliados e controlados é necessário um acompanhamento periódico da emissão de particulados no ar e da dispersão de poluentes. Este trabalho é uma exigência dos órgãos públicos, principalmente, para as indústrias que precisam controlar a emissão de particulados e gases na atmosfera. Segundo a empresa de monitoramento Ag Solve, o monitoramento da qualidade do ar nessas empresas pode ser feito com o uso de estações meteorológicas e de equipamentos de qualidade do ar que possuem amostradores de ar que capturam e canalizam os particulados para sensores que determinam sua carga de particulados, e como testemunho de longo tempo, registram as cargas de poluentes em fita dentro dos sensores. Nela, todo o particulado existente é depositado e mensurado em tempo fixo de 15 minutos a 24 horas. Outro tipo de equipamento que também pode ser utilizado para este monitoramento é o que utiliza a técnica do feixe de laser, que dimensiona as partículas e as totaliza. Ele é indicado para empresas e indústrias com volumes de poeira elevados, como em mineradoras, por exemplo, que precisam fazer o acompanhamento da emissão em tempo real. Todos esses aparelhos ficam, geralmente, ao ar livre ou sobre estruturas, expostos, para que simulem as mesmas condições das construções da vizinhança. O monitoramento da qualidade do ar é fundamental para a preservação do meio ambiente e da saúde humana. Veja a abaixo as especificações técnicas das estações de qualidade do ar para monitorar particulados.

 

Bam1020 - estação de qualidade do ar que atende as normas da EPA-USA (EQPM-0798-122) no monitoramento de particulados PM2,5. O equipamento opera com processo de atenuação da radiação Beta e possui excelente sensibilidade. Entre as principais características do equipamento estão a possibilidade de telemetria dos dados, auto zero, faixas de medição entre 0 e 10 mg/m3, fita contínua de fibra de vidro, e resoluções de +/-0,1 ug/m3, além de armazenamento de dados para até 200 dias de dados e ciclo de leituras de 1 a 24 horas.

 

E-Bam - estações de qualidade de ar - fixas ou portáteis - para aplicações em condições de resposta rápida, como emergências, que utilizam o princípio da atenuação de radiação Beta na medição dos parâmetros TSP, PM10, PM2,5. Possuem como características, a capacidade de telemetria, a apresentação de leituras em tempo real das partículas finas, com execução de dados totalizados a partir de 15 minutos. Os equipamentos atendem à classe III, designada aos equipamentos de PM2,5 da EPA-US.

 

E-Sampler - equipamento totalmente portátil e flexível, que utiliza duas tecnologias distintas para a medição dos particulados: feixe de laser para determinação do tamanho das partículas conjuntamente com a filtragem para determinação dos totais de particulados. Outra característica deste equipamento é a substituição de filtros facilitada. Todo processo de substituição demanda menos de 1 minuto. O total de particulados possível de ser mensurado ultrapassa o limite de 100.000 ug/m3, indicado para auditorias da geração de particulados em grandes fontes de poeira.

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco