Cadastre-se ou faça login Youtube LinkedIn Twitter Facebook

Notícias > Quais as Opções de Sensores para Estações Meteorológicas?

Publicado em 21/12/2017
Quais as Opções de Sensores para Estações Meteorológicas?

 

Foto: Arquivo Ag Solve

 

Entre as diversas possibilidades disponíveis na adaptação de sensores em uma Estação Meteorológica, pode parecer complicado eleger quais parâmetros devem ser incorporados no equipamento. No entanto, a questão pode ser esclarecida de uma forma simples: o projeto de integração de um instrumento de medição meteorológica definirá quais são os sensores necessários e se o equipamento deverá conter sensores padrão e/ou sensores adicionais.

Como estações meteorológicas são mecanismos chave tanto para o monitoramento de variáveis climáticas em curto e longo prazo, quanto para a construção de um banco de dados consistente que auxiliará o cliente em suas estratégias, a integração de sensores que estejam alinhados a esses propósitos de análise e controle é determinante para o projeto de instalação e para a escolha do tipo de sensor que será usado.

 

Escolha de Sensores Essencias para Gerenciamentos Inteligentes

 

Com seus sensores uma estação meteorológica é capaz de operar e registrar dados de forma contínua. É através deles que ela identifica gargalos e tendências nos processos produtivos, dando ao usuário uma visão holística do panorama em que se trabalha. Veja abaixo as definições dos dois tipos sensores:

 

Sensores Padrão

Os sensores designados como parâmetros padrão, são determinados pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM) e são essenciais para garantir a conformidade com normas fiscalizadoras que exigem este controle, indicando: Direção do Vento, Pressão Atmosférica, Radiação Solar, Temperatura do Ar, Umidade Relativa do Ar e Velocidade do Vento.

 

Sensores Adicionais

Os sensores considerados adicionais, são indicados para operações específicas que exigem medições diferenciadas para percepção de eventos que possam afetar áreas de risco, gerando impactos sociais e econômicos, como por exemplo, erosão de solos, enchentes e rompimento de barragens. Este controle pode ser feito através de sensores que indicam Nível da Água, Precipitação, Temperatura e Umidade do Solo, Molhamento Foliar, Visibilidade, entre outros.

 

Após a definição dos dois tipos de sensores, confira um pouco mais sobre as opções de sensores disponíveis para integração nas estações:

 

 

Sensores de Molhamento Foliar

Os sensores de molhamento foliar¹ são capazes de calcular a duração de umidade nas folhas através da detecção instantânea de orvalho em sua superfície constituída por uma placa de circuito de fibra de vidro fina.

São ideais para estudos agrícolas na prevenção pragas e doenças do plantio, além de verificar ameaças em longos períodos de seca ou de clima úmido. Suas medições de umidade sensíveis também são aplicáveis em estudos científicos e estudos industriais para verificação da umidade na respiração ou do efeito da umidade na corrosão em metais.
¹Consulte modelos específicos.

 

 

Sensores de Nível

Medidores hidrostáticos ideais para o monitoramento de nível e temperatura da água adequados para uso em água doce, salgada ou salobra¹. Disponíveis em diferentes ranges de medição e diâmetros específicos para espaços de monitoramento limitados, os sensores podem ser constituídos de materiais como: titânio, cerâmica, aço inox ou bronze marinho. Com saídas de integração nos sistemas SDI-12, 4-20 mA, 0-10v.

¹ Consulte modelos específicos

 

 

Sensores de Precipitação

Pluviômetros projetados para atender os principais parâmetros da Organização Mundial de Meteorologia (OMM), com mecanismos de fluxo integrados para coleta e medição do volume de chuva. Suas opções de funis coletores possuem proteção contra pássaros e filtro de folhas¹ e podem ser constituídos de plástico ABS injetado ou aço inox, sendo idealmente robustos para uma maior durabilidade em longos períodos de monitoramentos em campo.

Os sensores funcionam remotamente com ranges de 100 mm/h a 700 mm/h, medindo a quantidade da precipitação liquída. Eles também podem ser encontrados nos seguintes modelos: coletor aerodinâmico, coletor com cifão, coletor sem cifão e coletor de alta precisão.

¹Consulte modelos específicos.
 

 

 

Sensores de Pressão

Transdutores de pressão barométrica projetados para medições de alta precisão de 10 a 1300 mbar. Em formatos opcionais¹, os sensores podem ser disponibilizados com interfaces seriais sincronizáveis com comandos SHIFTIN e SHIFTOUT e alimentação 5v.

¹Consulte modelos específicos.
 

 

Sensores de Radiação Solar

Indicados para medição de Radiação PAR, Global, Líquida e Fotométrica¹, os sensores de radiação são projetados para o monitoramento de energia solar em campo, tanto em estudos agrícolas quanto para estudos meteorológicos.

O monitoramento da radiação pode ser feito através de sensores comuns ou através de sensores de primeira e segunda classe, de acordo com a aplicação do usuário e da necessidade de precisão nas medições a serem apresentadas.

¹Os sensores de radiação PAR, Global, Líquida e Fotométrica são sensores independentes um do outro, consulte os modelos específicos.

 

 

Sensores de Temperatura e Umidade do Ar

Ideais para medição de temperatura e umidade relativa do ar com monitoramento contínuo e de longo prazo, esses sensores possuem uma sonda precisa e de alta qualidade e podem ser utilizados em diversas aplicações. Os ranges de operação deles podem ir de -40° à 125ºC no parâmetro de temperatura e de 0 a 100% em umidade¹.
Eles podem ser acoplados a qualquer interface analógica 14bit, ou através de um conversor digital serem conectados a uma interface serial.

¹Consulte modelos específicos.

 

 

Sensores de Temperatura e Umidade do Solo

Capazes de calcular instantaneamente a umidade do solo, condutividade elétrica, potencial matricial do solo e temperatura, bem como fornecer as tensões brutas e a permissividade dielétrica complexa dele para aplicações de pesquisa, os sensores de temperatura e umidade do solo podem ficar em campo por longos períodos e em qualquer profundidade, sem a necessidade de manutenção e não sendo afetado por sais. Eles operam em ranges que envolvem saturação do solo, condutividade de 0,01-1,5 S / m e temperatura de -10° a 50ºC¹. Também são facilmente acoplados aos sistemas através de comunicação SDI-12.

¹Consulte modelos específicos.

 



 

Sensores de Velocidade e Direção do Vento 

Os anemômetros incluem sensores de velocidade e direção do vento resistentes e sensíveis a uma leve brisa¹. Seus sistemas são simples e garantem alto desempenho, cumprindo as normas da Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Os modelos disponíveis são constituídos por alumínio anodizado e inox em suas versões mais complexas e em plástico em suas versões mais comuns.

Os sensores podem ser encontrados em ranges de 0.0 até 89 m/s para velocidade e de 0 a 360º para direção do vento. Suas formas de comunicação são 4,1 volts para direção do vento e em pulso para velocidade do vento.

¹Consulte modelos específicos

 


 

Sensores de Visibilidade

Sensores projetados para uso em aplicações rodoviárias onde são necessárias medições de visibilidade precisas e confiáveis.

O aquecimento das janelas ópticas evita a nebulização e o aquecimento opcional do capô do sensor pode ser fornecido¹, permitindo o uso nas condições mais severas. Ambas as janelas ópticas são monitoradas quanto a contaminação e a saída de visibilidade, sendo compensadas automaticamente para reduzir os requisitos de manutenção.

Eles possuem uma faixa de medição de 10m a 7.5km.

¹Consulte modelos específicos


 

Soluções em Monitoramento Meteorológico

 

A Ag Solve oferece estações meteorológicas e soluções personalizadas em projetos voltados à meteorologia em segmentos industriais, de construção civil, agricultura, segurança do trabalho, entre outros. 

Os parâmetros escolhidos para compor a gama de sensores de uma estação meteorológica podem ser selecionáveis e de acordo com a necessidade de monitoramento do cliente. Qualquer conjunto de sensores selecionados é capaz de realizar medições em tempo real, permitindo que a estação gere relatórios completos para uma gestão de qualidade do ambiente escolhido.


Para mais informações sobre os equipamentos de monitoramento meteorológico, entre em contato conosco através do telefone (19) 3825-1991, do WhatsApp (19) 99168-6639 ou pelo e-mail: vendas@agsolve.com.br.

 

 

Por Andressa Lemos

Precisa de ajuda para escolher a melhor solução para sua aplicação?

Nossos especialistas podem ajudá-lo. Entre em contato.

Fale Conosco